Blogs e ColunasDestaque

“ASSIM O PROMETO” – por Marcos Aurélio

Eu voto “SIM” pela cassação do mal comportamento de Mário Gay

E espero, também, que o vereador, junto com o seu péssimo exemplo, seja impedido de decidir por Andradina!

– O vereador pode ter 1 Assessor. – Ele já teve mais de 4!
– O Vereador tem que ir a sessão de terno e gravata. – Ele vai de camiseta!
– O Vereador é o representante de 1/15 de toda cidade de Andradina. – Ele só ouve a uma pessoa.
– O vereador tem que desempenhar fielmente o mandato político, atendendo ao interesse público e às diretrizes partidárias. – Ele rompeu com o partido no primeiro mês de mandato e é acusado de ter sentado a porrada no público presente a sessão!
– O vereador tem que manter o “DECORO PARLAMENTAR” – Ele é acusado de agredir, maltratar e seduzir !
– O vereador usa a imprensa para ver seus pontos fortes e ideologia se espraiarem pelo município. – Ele é acusado de bater em um jornalista. Ameaçar de morte uma outra e …
ELE É VEREADOR…

Ele foi eleito pelo VOTO DE REPÚDIO e pode ser cassado pelo mesmo voto?

A minha ideia, hoje, de vê-lo cassado não é maior do que a minha vontade de ver sempre a JUSTIÇA ANTES E DEPOIS DE TUDO E DE TODOS . Então me calarei diante de qualquer veredito.
Os vereadores estão tendo tempo e detalhes a sua disposição e, devem devolver em sentença o futuro do menino ONTEM, HOJE Vereador, que foi eleito pelo voto de repúdio.
Todos em Andradina conhecem os fatos (que escolhi com cuidado para narrar aqui) mas a cidade É EXPERT em ficar ao lado de quem tem e/ou está no poder(nunca cassamos ninguém).
Mas os fatos foram claros, e dentro da Câmara, quando não, quase dentro do plenário!

Foi no decurso dessa batalha que um grande homem de Andradina tombou! E eu não procuro aqui por culpados. E nem quero!
Mas quem se importa com isso? Quem lembra?
Se na música “o cravo briga com a rosa na Câmara de Andradina é o Rosa quem vai propor uma no “cravo”, e o pimenta que não participava da prosa hoje é o novo herói de uma prole celestial.
É triste, porém sereno o que proponho, pois não vejo em minha sentença nem um banimento. Pelo contrário, é tão somente mais uma chance de começarmos de novo. Ele Mário, e nós.. Só que de uma maneira bem diferente…Para ambos!

“…Foi teu lema: o trabalho,
o trabalho amigo e constante,
servir e dar agasalho,
foi teu feito brilhante. …”

“ASSIM O PROMETO”.
Ainda em tempo, peço desculpas ao Mário por não tê-lo ouvido aqui! Resolvi, por conta, cassa-lo do meu texto.

Marcos Aurélio – Jornalista

Via
Marcos Aurélio - Jornalista

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo