GeralNotícias

Assembleia Legislativa aprova projeto de Lei que beneficia ciclistas do Estado

Rota Cicloturística é aprovada no legislativo por iniciativa do deputado Davi Zaia

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou nesta semana o projeto de Lei 569/2017, que institui a Rota Cicloturística “Márcia Prado”, no âmbito estadual. O projeto, de autoria do deputado Davi Zaia, segue agora para o Palácio dos Bandeirantes para ser sancionado em Lei pelo governador Márcio França.

 

A Rota “Márcia Prado” consiste em um roteiro cicloviário que liga São Paulo ao município de Santos. O trajeto inclui os municípios de São Bernardo do Campo e Cubatão, a Estrada da Manutenção e o Parque Estadual da Serra do Mar.

 

Segundo o deputado Davi Zaia, a descida para Santos de bicicleta é um movimento que ocorre há vários anos, mas que gerou um conflito entre a Ecovias, a Artesp e os ciclistas, uma vez que o grupo utilizava o sistema viário da Anchieta/Imigrantes e parte da estrada de conservação, situada dentro do parque da serra do mar. “O conflito tinha de um lado o direito de ir e vir dos ciclistas e do outro, o grande volume de tráfego e a necessidade de segurança”, explica o parlamentar, que deu andamento às discussões ao lado dos ciclistas.

 

O projeto tem por objetivo impulsionar a educação ambiental e incentivar a organização das comunidades locais relacionadas ao turismo, à geração de novas fontes de emprego e renda.

 

“A intenção é regulamentar a rota e garantir aos ciclistas o direito de locomoção, de forma a contribuir para que os encontros aconteçam de uma maneira mais adequada e segura, de modo que o percurso seja disciplinado pelo Poder Público”, explica o deputado.

 

A previsão é de que um primeiro passeio ocorra no final do ano. “O importante é que já há um entendimento entra a Secretaria do Meio Ambiente, a Secretaria do Transporte, a Artesp e a própria Ecovias para que um grande passeio ciclístico ocorra em breve, com segurança e tranquilidade”, conclui Davi Zaia, autor do projeto de Lei.

 

Marcia Prado

O percurso foi inspirado no trajeto de viagem da ciclista Márcia Prado, que foi uma grande ativista das discussões para melhoria da mobilidade urbana por bicicleta. Márcia faleceu ao ser atropelada por um ônibus enquanto pedalava pela Avenida Paulista, em São Paulo, em 2009. “É justa homenagem por sua luta em respeito à vida. No âmbito municipal já temos uma legislação que estabelece a Rota dentro do município de São Paulo. Agora, com a legislação Estadual será possível oficializar a ligação entre a capital e a baixada santista, uma grande conquista para os ciclistas e para o desenvolvimento econômico destas cidades”, conclui Zaia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo